Meninas são mais próximas do pai

paifilha

Por Taty Bruzzi

Você já deve ter escutado falar que as filhas costumam se identificar mais com os pais do que com as mães. E, de acordo com especialistas, isso tem fundamento.

Segundo Freud, o pai da Psicanálise, o Complexo de Édipo consiste em explicar a identificação do filho com a mãe, que seria a figura do sexo masculino mais próximo dela.

Sendo assim, o princípio seria o mesmo no caso das meninas. Então, de acordo com profissionais, a psicanálise explica a existência de um triângulo amoroso. Neste caso, a menina vê a mãe como sua concorrente pela atenção do pai.

Por outro lado, os especialistas explicam que enquanto o pai lida com o filho com mais firmeza e rigidez, com a filha ele tende a ser mais doce e liberal. Isso se enquadra em uma relação na qual se permite mais.

Em compensação, parte da culpa dessa relação entre pais e filhos se dá por influência da sociedade machista na qual vivemos e que ainda trata a mulher como “sexo frágil” e permite enxergar a filha como “namoradinha do papai”.

Assim, no dia a dia o tratamento costuma ser diferenciado. Se a filha chora por qualquer motivo, ela deve ser acolhida pelo pai que faz de tudo para acalmá-la. Já com o filho, na maioria das vezes isso pode não ocorrer.

Entretanto, de acordo com a análise de psicólogos, o pai não deve ser culpado uma vez que sua atitude é feita inconscientemente. Sua natureza acha normal que o menino cresça forte, enquanto que por ser mais frágil a menina irá contar sempre com a sua proteção.

A proximidade entre pais e filhas também ocorrem pela afinidade. Preferências, gostos e manias entre eles. Desta forma, quando o pai tem um tempo livre para ficar com a filha ele irá aproveitá-lo fazendo atividades que agradam aos dois como, por exemplo, ir à praia ou ao parque, tocar um instrumento ou ainda assistir ao jogo do time de coração dos dois.

Os médicos explicam que uma menina muito elogiada pelo pai quando criança tende a tornar-se uma adulta bem vaidosa. Na concepção da jovem, ela deve estar sempre bonita principalmente para agradar ao pai e a opinião dele é muito importante pra ela.

Para psicólogos, o casal precisa viver bem. Do contrário, a filha pode se sentir culpada pelo pai ter mais carinho com ela do que com a esposa. Isso gera insegurança na criança, fazendo-a se sentir mal toda vez que quiser ser carinhosa com o pai.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *