App gratuito faz a internet do celular durar o mês inteiro

Por Marvin Costa

O aplicativo Datally é uma ferramenta criada para que usuários possam controlar melhor o consumo de dados em smartphones Android. O software, desenvolvido pelo Google, funciona como um gerenciador de conexões sem fio, mostrando ao usuário quais apps são indicados para rodar em redes 3G e 4G.

Para usar o recurso, é preciso entender como funcionam os gráficos de consumo e ligar o modo de economia que, segundo o Google, pode poupar até 30% de gasto nos dados da franquia de Internet. Confira como usar o Datally para poupar dados em seu celular Android.

Passo 1. Abra o aplicativo e veja em destaque na tela a quantidade de dados gasta no dia de hoje. Em seguida, toque na opção “Gerenciar dados”. Na janela seguinte, o gráfico de consumo do dia será atualizado automaticamente e você pode clicar em “Hoje” para ver mais opções.

Passo 2. Toque na opção “Mês” e confira quanto foi gasto durante um período mensal no uso de dados. O gráfico mostra em quais dias o consumo foi mais alto e você deve analisar para saber o que fez nesses dias para gastar tanto. Toque no ícone de seta, no canto superior esquerdo, para voltar para tela inicial.

Passo 3. A tela inicial mostra quais apps estão consumindo mais dados no momento e sugere que eles sejam utilizados em uma rede wi-fi para poupar o consumo da franquia. Para ativar o modo de economia e reduzir em 30% o uso da Internet móvel, toque no ícone de cadeado na tela. Essa função bloqueia dados móveis em apps que mais consumem 3G ou 4G no celular.

Aproveite a dica para economizar de forma inteligente o uso de dados em sua franquia mensal.

Facebook Stories começa a ser liberado para usuários

Depois de estrear o Facebook Stories – o clone do Snapchat Stories – na Irlanda em janeiro deste ano, a empresa de Mark Zuckerberg está começando a liberar o recurso para todos os usuários.

O Stories é um recurso que leva até o Facebook o recurso de imagens que desaparecem em até 24 horas, que foi popularizado pelo Snapchat e copiado por diversos outros aplicativos de mídia social e até mesmo pelo WhatsApp.

A novidade aparece em um layout horizontal acima do Feed de Notícias, de forma bem parecida como já acontece no Instagram. Com a novidade, o ícone do Messenger foi movido da parte superior direito do aplicativo para a parte inferior da tela, dando espaço para um menu que leva até as mensagens efêmeras enviadas diretamente para o usuário.

A versão do Facebook para o Stories também possui filtros e a opção de enviar mensagens especificamente para cada publicação. Outro recurso são as mensagens diretas, que abrem uma nova funcionalidade da rede social batizada de “Direct”. Sendo assim, o usuário pode tirar uma foto e postá-la em modo público ou enviá-la a um contato específico no Stories. Essas mensagens são separadas do Messenger e já funcionam desde o ano passado na Irlanda.

De acordo com a assessoria de imprensa do Facebook, agora, além da Irlanda, Chile, Vietnã, Grécia, Suécia, Noruega, Itália, Hungria, Espanha, Argentina, Malásia e Taiwan também receberam a versão de testes do Stories no aplicativo oficial do Facebook para iOS e Android. A liberação global do recurso segue sem previsão.

Vale lembrar que, há poucos dias, o Facebook lançou o Messenger Day, outro recurso que permite aos usuários postar vídeos e fotos que duram exatas 24 horas.

Do CanalTech

Novo recurso de fotos do Google economiza 75% de seu 3G

Por Talissa Monteiro

O Google anunciou na última sexta (27) a ferramenta RAISR (Rapid and Accurate Image Resolution), uma tecnologia de compreensão de imagem que, ao reduzir o peso de fotos, usa até 75% menos da banda larga de internet, no celular ou em contas fixas. A empresa afirmou que a novidade fará com que o usuário economize 3G/4G, sem sacrificar a qualidade das fotografias.

A tecnologia funciona analisando versões de baixa e alta qualidade da mesma imagem e, assim, identificando o que as diferencia. Segundo o Google, o resultado disso é que a RAISR cria uma espécie de “filtro do Instagram”, enganando o olho humano para que ele acredite que está vendo uma fotografia de alta qualidade.

O sistema, porém, ainda não é para todos e só está disponível na rede social (de não muito sucesso) Google+. Contudo, sabe-se que essa limitação é por ainda estar em testes — logo a novidade deve chegar a outras plataformas, em especial ao Android, o popular sistema operacional da empresa para smartphones e tablets.