Uma chuva de gols na Ilha do Retiro

Foi um banho! Literalmente. Sob forte e ininterrupta chuva, o Sport venceu o Atlético-GO por 4×0, nesta quinta-feira (20), na Ilha do Retiro, pela 15ª rodada do Brasileirão. O resultado recolocou o Leão no G-6, a zona de classificação à Libertadores. Os rubro-negros subiram para a quinta colocação, com 24 pontos.

O Sport volta a campo no domingo. Encara o Palmeiras, às 16h, na Arena de Pernambuco. Trata-se de um confronto direto pelo G-6. No momento, os palmeirenses somam 23.

O JOGO

Em um gramado encharcado por conta da forte chuva, a vontade prevaleceu em detrimento da técnica no primeiro tempo. Nesse quesito, os rubro-negros foram indiscutivelmente superiores. Cada bola foi disputada como se fosse “a bola da vida”. E nessa imposição na base da força, o Sport construiu uma cômoda vantagem antes do intervalo.

A vitória começou a se desenhar logo no primeiro lance. Mena cruzou rasteiro da esquerda e achou livre no meio da área o volante Patrick, que mandou com frieza para o fundo da rede aos 6 minutos. Foi o primeiro gol do camisa 88 pelo Leão. Daí em diante, um verdadeiro “monólogo” rubro-negro, com várias chances em sequência.

De tanto pressionar, o Sport achou seu segundo gol aos 18. Mais uma vez, o lance nasceu nos pés do chileno Mena, que cruzou na medida para Diego Souza cabecear para o fundo da rede: 2×0. Foi o 33º do camisa 87 pelo Leão em Brasileiros, que empatou com o ex-atacante Leonardo como o maior artilheiro do Clube na história da Série A.

Oito minutos depois, Diego Souza quase ampliou. O meia deixou para trás o marcador, invadiu a área e deu uma “cavadinha” para superar Klever, mas o goleiro conseguiu dar um tapa e impedir um golaço. Só que aos 40, ele nada pôde fazer. Depois de cobrança de falta da direita, André apareceu entre os zagueiros para escorar para o fundo da rede: 3×0.

No segundo tempo, o gramado ficou ainda mais pesado e os atletas encontraram dificuldades para fazer a bola rolar. Assim, os lances ofensivos se tornaram raros. Mas quando a chuva deu uma trégua, o Leão ampliou. Aos 35 minutos, Rithely lançou André, que bateu com categoria encobrindo o goleiro goiano. Golaço e fim de papo na Ilha. Sport 4×0.

FICHA DO JOGO

SPORT: Agenor; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Durval e Mena (Sander); Patrick, Rithely e Diego Souza (Rodrigo); Everton Felipe, Rogério (Lenis) e André. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

ATLÉTICO-GO: Klever; André Castro, Gilvan, Roger Carvalho e Breno Lopes; Marcão (Heleno), Igor e Paulinho (Andrigo); Jorginho, Niltinho (Silva) e Walter. Técnico: Doriva.

Local: Ilha do Retiro. Árbitro: Dewson Freitas da Silva (PA). Assistentes: Hélcio Araújo e José Ricardo Coimbra (ambos do PA). Gols: Patrick, aos 8 minutos do 1º tempo; Diego Souza, aos 18 do 1º; e André, aos 40 do 1º. Cartões amarelos: Rithely e Everton Felipe (S); e Igor (A). Público: 9.748 torcedores. Renda: R$ 194.049,00.

Do Site Oficial / Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife